sexta-feira, 31 de julho de 2009

How are you today?

Aqui em Dublin é comum ver as pessoas respondendo a essa questão com um "not so bad". Pode até ser usual, mas acho tão triste e constato que essa é a realidade de muuuuuitas pessoas. Not so bad, não tão mal, poderia estar pior, vamos levando. Why? Why? That's the question. Quando não é isso é o famoso "coloca um sorriso no rosto e continua caminhando, se arrastando..." Como se colar um sorriso no rosto resolvesse as questões internas.

E a cidade dos Pubs, das garrafas de vodka largadas pelo chão e de pessoas constantemente bebadas continua a caminhar dessa forma.. Mas em algumas esquinas ou escondidas em alguns banheiros de restaurantes e pubs por aí, eu posso ver pessoas que não desistem de orar e de clamar por essa nação. Mãos que não se cansam de fazer o bem, de honrar a Deus seja limpando o chão ou levando uma palavra de esperança a quem precisa seja aonde for. A fé de ver essa realidade transformada por Deus continua, yupi!

Well, well, depois de um tempão desatualizado, o blog (ou eu?) volta a ativa. Sorry, ainda não encontro todos os acentos no teclado, então não avaliem muito a grafia ok?

Puxa, mais que puxa. E são quase 4 meses em solos dublinenses. Alguns me perguntam: e aí, seu ingles já está fluente? Não, guys... não está nem perto de ficar fluente, maybe in a few months. Mas eu já entendo mais da metade do que os Irish falam (quando são os de sotaque bem puxado e de fala rápida) e quase tudo quando a pessoa tem paciencia de falar mais claramente. Também me faço entender, falo frases inteiras e inteligíveis e até faço piadinhas, haha, o que é básico para minha sobrevivencia.. bom, eu chego lá. Ainda escrevo um artigo pro The Irish Times ou pro Metro ou Harald que seja, rs.

Se por um lado o ingles não está assim tãaao bem, o aprendizado em outros setores tem sido intenso. Bom, vamos a algumas atualizações.

Raining, shining, warming..

O verão na Irlanda foi incrivelmente quente, se comparado a outros anos, dizem os locais. Uma "salve de palmas" (SIC) para o sol que não parou de brilhar por quase 1 mes seguido e para a impressionante marca de 21 degrees no termometro.

Agora os dias voltaram a ser mais frios, úmidos e curtos. Mas ainda está anoitecendo bem tarde, lá pelas 21h. Dizem por aí que no inverno é complicado, apenas umas 5 horas de sol por dia, God help me, porque eu realmente amo a luz do sol. Mas pra quem tem Jesus brilhando todo dia, tá tudo muito bom né?? Maaa Oeeee ( A La Silvio Santos).

Visa:

Ah, outra coisa que se passou. A resolução do caso "meu visto". Outro "Salve"! Depois de quase 2 meses de espera, eu consegui receber meu statement e finalmente ir a imigração para ficar legalmente legal (com o perdao da redundancia) nesse país. Uhu! Clap clap (palmas) Oferecimento Bank of Ireland, the best slow service, always for your stress! Esse deveria ser o slogan, ainda vou sugerir.
Depois de 7 idas ao banco, uns €25 gastos em passagem de onibus, 5 dias perdidos de aula, 852.123.478 células nervosas gastas em vão e apelos incontáveis a Graça misericordiosa de Deus, eu consegui. Amém.


Crise:

Não sei bem avaliar, mas acho que a maledeta crise deve estar passando. Já dá pra notar o volume de plaquinhas aumentando (sim gente, eles prcuram gente pra trabalhar aqui com plaquinhas escritas a mao e toscamente coladas nos vidros das lojas, rs), a cidade vive lotada aos fds, as vzs durante a semana, especialmente em tempos de shows como o último que teve. Ah, sim, do U2. Uow, voce pensa, show do U2 em Dublin, que máximo não? Deve ter sido, haha, sinceramente não fiquei com vontade de me enfiar no meio de zilhões de pessoas e tomar chuva pra ver o Bono e cia do tamanho de umas formiguinhas la na frente. MAs como voce é chata e velha hein Mary Julia, voce deve estar dizendo. Ah meu, de boa, mas se fosse pra conversar cara a cara com o cara (quanto cara em uma frase) até ia, adoraria perguntar a ele porque os irlandeses não gostam dele e ver se a história dele ter fugido dos impostos é verdadeira*. Como ainda não rolou uma entrevista, eu prefiro assistir por DVD, rs.

Ah, falando em crise, business e música, vale a pena conferir a banda dublinense que tá estourando nas paradas, o The Script, os caras tem uma levada bacana e apesar de algumas letras serem tristes, até que tem conteúdo. Clica aqui pra ouvir ó!

Jobs:

E eu continuo mirando e atirando em algumas frentes. No quesito (pq essa palavra me lembra aquela coisa xarope de carnaval "quesito evolução, nota 10" hauhauhaa) jornalismo, a tentativa de atuar como correspondente continua. Se alguém souber de alguma tv, rádio, revista, jornal ou coisas do genero querendo uma correspondente na Europa, me avise please! To em contato com Deus e o mundo literalmente, e uma hora a coisa acontece.

Por aqui, já trabalhei de housekeeper em um hotel (ui, que chique? vai arrumar 25 quartos de hotel por dia pra ver o que é bom pra tosse, hahaha) fiquei com as minhas costas doendo e resolvi sair. Pede pra sair 02! é gente, trabalho dessa galera não é fácil não, tem que valorizar. Foi uma experiencia e tanto pra aprender que (quase) todo trabalho é digno, e que devemos SEMPRE respeitar essas mulheres valentes que deixam seu quarto de hotel limpinho enquanto voce suja tudo em dois segundos. Ah, aprendi também que nunca, eu disse NUNCA, voce deve usar copos, xícaras, colheres e etc desses locais. Nao vou entrar em detalhes, mas acreditem: a forma como eles são limpos é nojenta. E sempre, eu disse SEMPREEEEE, deixem ao menos alguns centavos de tips (gorjeta) para as housekeepers, elas merecem e voce ainda pode ganhar a simpatia delas e ter umas toalhas-extras ou quem sabe um quarto limpo de maneira mais cuidadosa.

Ah também fiz uns freelas como agente de marketing, óoooo que da hora, sim sim, aquelas meninas que distribuem brindes e panfletos nas ruas, sabe? hahaha Eu me divirto!!

To indo a uma igreja novamente, o que tem sido OOTEEEMO, to cantando no louvor, o Thi tá tocando teclado e guitarra, tudo supimpa! Quem sabe logo a gente apronta umas coisas aí pelas ruas de Dublin, quando acontecer coloco por aqui.

Já escrevi demais, e se voce chegou até o final, um "Salve e palmas, clap clap" pra voce também, porque me aguentar não é tão fácil, I know that. Ah, quem tem curiosidade de conhecer o sotaque Irish, se liga que logo vou gravar uma aula com meu professor super Irish e coloco aqui pra vcs ouvirem.

So, fico por aqui, e vou tentar atualizar mais. Thanks pelos comentários e continuem aparecendo aí. Seguem umas fotos para deleite dessa terra em que os Leprechauns naaaao reinam, isso é mito, ok? God is good all the time, and He reigns in everywhere!!

See you soon! God Bless u!

* Até meados de 2000 e alguma coisa, artistas e arteiros de Dublin não precisavam pagar impostos sobre seus trabalhos, mas que mamata do Welfare State, não?? Pois é, com o cinto da economia apertando as calças do governo irlandes, a turma resolveu entao começar a cobrar impostos sobre os artistas que ganhassem mais do que a bagatela de 250 mil euros por ano.
Dizem as línguas dublinenes que Bono e Cia. quando souberam disso, pegaram suas trouxinhas e cases de instrumentos e mudaram sua sede para onde? Nada menos do que Amsterdam, a cidade do "tá tudo liberado", que Deus os tenha.
Pois é, dessa forma a banda consegue economizar uns milhoes em impostos e a galera irlandesa pegou muito mal com essa atitude, porque parece que parte da grana ia pra Charity (Caridade) e eles não se importaram muito, mesmo que preguem tanto para as pessoas se importarem. O famoso, "faça o que eu falo e não o que eu faço". Well, eu ainda não o entrevistei, mais ainda tiro isso a limpo. Esse é um lado do fato, um dia eu fuço pra descobrir o outro lado.


Redação e fotos: Mary de Salve






3 comentários:

  1. Maravilhosa a foto do arco iris...
    :)

    ResponderExcluir
  2. Noossa q mega fotos, mto massa que bom te ver modelete!! (lembra?) haha bjosssssssssssss do hidekon

    ResponderExcluir
  3. Olá..
    Adorei seu blog! Parabéns!!
    E somos todos andarilhos mesmo! ;)

    Beijos

    ResponderExcluir